09 junho 2017

Eurídice Rocha ― desafio nº 21

Protector ou agressor?
Entrelaço sofrimento nos cabelos… acaricio, com almofadas dos dedos, esta cefaleia que teima em mim pernoitar! É iminente impor-me para que respeitem os soldados rasos. Podem-me incendiar na fogueira, mas defendê-los-ei até ao fim ― nunca lhes roçarão num só cabelo. Há "coisas" que não são gentes. Há "deles" que se sentem centro do universo… cretinos. Só pisam quem condenado está nesta vida… arrastá-los-ei!
Este rasgo estrelar ilumina-nos sonhos… sustentarei a dignidade por todos que estão por vir.

Eurídice Rocha, 50 anos, Coimbra
Desafio nº 21 a propósito de uma ilustração

Sem comentários:

Enviar um comentário